quinta-feira, 21 de abril de 2011

Planejamento Anual de Ensino Religioso

Em algum lugar eu vi escrito “ao invés de criticar a educação, professor faça a diferença”.
Pensando nisso eu acordo todos os dias e tento fazer a diferença na educação, principalmente cumprindo minha obrigação de professor de Ensino Religioso conforme;


Dá nova redação ao art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º O art. 33 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

"Art. 33. O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo.

§ 1º Os sistemas de ensino regulamentarão os procedimentos para a definição dos conteúdos do ensino religioso e estabelecerão as normas para a habilitação e admissão dos professores.
§ 2º Os sistemas de ensino ouvirão entidade civil, constituída pelas diferentes denominações religiosas, para a definição dos conteúdos do ensino religioso."
Art. 2° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Art. 3° Revogam-se as disposições em contrário.

Baseado nessa Lei e seus artigos. Editei meu planejamento Anual de ensino para as escolas as quais ensino.

Planejamento Anual de Ensino Religioso

                                                               Professor: André Costa de Oliveira.
Séries: 6º ao 8º
Criciúma, março de 2011.

Justificativa do Ensino Religioso



Art. 1º O art. 33 da Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

 “Art. 33. O ensino religioso, de matrícula facultativa, é parte integrante da formação básica do cidadão e constitui disciplina dos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, assegurado o respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, veda das quaisquer formas de proselitismo.”

Assim também está disciplina visa a aceitação da escola e da comunidade de estudantes de várias religiões sem distinção de nenhum, e prevê um nova sociedade onde aceita as diferenças religiosas trazendo para dentro da sala de aula essa nova modalidade de ensino evitando preconceitos, evidenciando um país Laico.

Nesta compreensão o Ensino Religioso antecede e independe de qualquer opção por religião. A releitura do fenômeno religioso a partir do convívio social dos educandos constitui objeto de estudo desta área de conhecimento, na diversidade cultural religiosa do Brasil sem priorizar uma ou outra expressão de religiosidade.
Oferecer o Ensino religioso nas escolas de sistematizada permite uma compreensão mais critica do cidadão. 

Objetivos específicos

  • Proporcionar o conhecimento dos elementos básicos que compõem o fenômeno religioso, a partir das experiências religiosas percebidas no contexto do educando;

  • Subsidiar o educando na formulação do questionamento existencial, em profundidade, para dar sua resposta devidamente informado;


  • Analisar o papel das tradições religiosas na estruturação e manutenção das diferentes culturas e suas manifestações socioculturais e econômicas;

  • Facilitar compreensão do significado das afirmações e verdades da fé das tradições religiosas.

  • Refletir o sentido da atitude moral como conseqüência da vivencia do fenômeno religioso e expressão da consciência e da resposta pessoal e comunitária do ser humano.


Conceitos Essenciais

Ser humano

Conhecimento revelado

Conhecimento elaborado

Diversidades das praticas

Conhecimento de reintegração



Conteúdos Proposto


1- Ser humano

Conteúdos estabelecidos a partir de:

  • A orientação para o relacionamento como o outro respeitando a alteridade;

  • Conhecimento do conjunto de princípios de cada tradição religiosa;

  • A fundamentação dos limites ético/morais proposto pelas varias tradições religiosas.


2- Conhecimentos revelados

Conteúdos estabelecidos a partir de:

  • As formas de revelação do relevante ao espaço sagrado;

  • Origem da autoridade da palavra revelada, segundo as diversas tradições religiosas;

  • A revelação do transcendente, na visão das diversas tradições religiosas;

  • As possíveis respostas norteadoras do sentido da vida: a ressurreição, reencarnação, ancestralidade e a inexistência de vida após a morte.

3- Conhecimentos elaborados
 
Conteúdos estabelecidos a partir de:

  • Revolução dos conhecimentos e das estruturas religiosas no decorrer dos tempos (historia e tradição religiosa).

  • A função políticas das ideologias religiosas (sociedade e tradição religiosa).

  • Determinação da tradição na construção mental do inconsciente pessoal e coletiva (psicologia e tradição religiosa).

                                         Conteúdos 6º ano


1-    As Religiões em destaque no Brasil e no Mundo.

Qual o conceito de religião.
Quais as religiões maiores do mundo.
Quais as principais religiões do Brasil.

2-    As Religiões em relação à família.

A influência da religião na família.
Educação dos filhos baseado nas religiões.
As raízes religiosas perpetuadas nas gerações da mesma família

3-    As Religiões e a sociedade.

As influências religiosas na sociedade.
As entidades religiosas na construção da estrutura física da sociedade.
As religiões assistência a sociedade.
 

4-    As Religiões e suas diferenças.

As culturas Religiosas.
Os Costumes Religiosos.
As tradições festivas das religiões.

                                 Conteúdos 7º ano


1-    Religiões em destaque no Brasil e no Mundo.

Qual o conceito de religião.
Quais as religiões maiores do mundo.
Quais as principais religiões do Brasil.

2-    As religiões na Idade Antiga.

Religião da civilização egípcia
Religião da civilização grega
Religião da civilização romana
O Judaísmo  

3-    As religiões na Idade Media.  

A origem das religiões monoteísta  
O inicio do islamismo
O inicio do Cristianismo 
Catolicismo

4-    As religiões na Idade Moderna.
    
     Reforma religiosa e a contra-reforma


5-    As religiões na Idade Contemporânea.

Como as religiões tão se adaptando ao mundo moderno.
As necessidades da religião nos dias de hoje.

                                      Conteúdos 8º ano


1-    Religiões em destaque no Brasil e no Mundo.

Qual o conceito de religião?
Quais as religiões maiores do mundo?
Quais as principais religiões do Brasil?

2-    Religião e ciência

      A origem do homem
      Os conflitos gerados pela religião e a ciência.
      As necessidades da ciência para religião.
      Os grandes pensadores religiosos.
    
3-    As religiões e a juventude

O que a juventude pensa da vida religiosa
Quais os mecanismos das religiões para anexar a juventude em seu ambiente
As influencias religiosas, no contexto juvenil.

4-    Religião e tecnologia

Como a religião se encaixa no mundo tecnológico
A religião no futuro.
O papel da religião na internet.
                Referencias Bibliográficas


 Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.
Acesso, março de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário